domingo, 9 de dezembro de 2007

"Longa viagem da biblioteca dos reis"


Amigos livreiros, bibliotecários e outros bibliófilos vejam este livro que saiu agora pela Assírio.O tema é dos mais interessantes, a pesquisa das mais sérias, e a sua leitura acessível a todos.

Agora não façam como eu que dei 31,50 euros pelo livro e descobri a seguir que só custa 18,90 euros no site Webbom! Aliás, será que alguém é capaz de me explicar esta diferença de preço?

Mas refreando a minha indignação contra os preços praticados pela Assírio e Alvim aqui vai a sinopse da obra.
"Longa viagem da biblioteca dos reis. Do terremoto de Lisboa à independência do Brasil" de Lilia Moritz Schwartcz. 31,50 euros no site da editora mas apenas por 18,90 euros na Webbom (!)


"Primeiro de novembro de 1755, dia de Todos os Santos. A população de Lisboa se aprontava para viver mais um pacato dia de feriado, sem imaginar o mal que vinha da terra. Em poucas horas, um terremoto devastador, seguido de incêndio e maremoto, destruiria a capital do Império e, junto com ela, a célebre Real Biblioteca.É a partir desse episódio que começa A longa viagem da biblioteca dos reis, que percorre eventos cruciais da história brasileira, sempre através dos livros. A narrativa acompanha a reconstrução do acervo da biblioteca nas mãos do marquês de Pombal; os tempos incertos de d. Maria I; o angustiante momento da fuga da família real — que atravessava o Atlântico pela primeira vez — e as vicissitudes de sua nova vida nos trópicos, até chegar ao processo de independência brasileiro, quando se pagou, e muito, pela Real Biblioteca.Os livros, porém, permitem mais: são símbolos de poder e de prestígio, carregam dons e possibilitam viajar no tempo e no espaço. Ao evadir-se de Portugal, d. João não se esqueceu dos livros — que vieram em três viagens sucessivas —, assim como d. Pedro I não abriu mão das obras e do lustro que elas garantiam: nada como iniciar uma história autónoma com uma Biblioteca Nacional daquele porte para assegurar um passado e conferir erudição a um país recém-emancipado ."

13 comentários:

Anónimo disse...

Em relação à discrepância de preços, o meu amigo é livreiro, por isso devia saber de cor a sua "bíblia", a lei do preço fixo do livro. Logo por aí veria que não pode haver indignação, apenas engano. O preço fixado pelo editor é 35€; o desconto máximo legal sem restrições para novidades é de 10%, o que dá 31,50€, praticados pela editora (em directa concorrência com os livreiros seus clientes que não fazem descontos, talvez mesmo o meu amigo); durante 25 dias por ano e por local, qualquer entidade pode fazer mais que 10% em novidades, que é o que a Porto Editora está a fazer agora no seu site, ao dar 20% MAS SOBRE 23,63€, UM PREÇO ERRADO! Curiosamente, esse preço errado corresponde a um desconto de 32,5% sobre o preço fixado pelo editor, o que poeria significar que aquele seria o preço de custo da Porto Editora, mas desconfio que a margem dada à Porto Editora pela Assírio seja mais que os 32,5%... Se eu fosse ao meu amigo, comprava na Porto Editora com os 46% de desconto com que está agora, para vender na sua livraria, que esse desconto já vale a pena...

jo disse...

Caro anónimo,
tem toda a razão, deveria ter percebido o "engano" da Porto no preço do livro, e não deixar a minha indignação de consumidora desviar-me do racicíonio puramente comercial. Vou, desde já, rever os meus clássicos sobre a lei do preço fixo. Agradeço-lhe ter-se dado ao trabalho de fazer essas continhas. Pareceu-me que era entendido na matéria...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
jo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Camarada Choco disse...

Divulgação

Um Blog ,dois livros!

www.camaradachoco.blogspot.com

“Camarada Choco”

e

“Camarada Choco 2”
António Miguel Brochado de Miranda
Papiro Editora

Papelaria “Bulhosa” Oeiras Parque, Papelarias “Bulhosa”, FNAC ou www.livrosnet.com

Tema: Haverá uma fronteira entre os Aparafusados e os Desaparafusados?"

Filmes de Apresentação no “Youtube” em “Camarada Choco”

Skizo disse...

E um bom ano para si, camarada livreira! :)

totoia disse...

Gostei da sugestão... vou ler!

Nélida Capela disse...

Já li este livro. É excelente. Lília é historiadora, escreve de uma forma mais dura, acadêmica, mas revela fatos interessantíssimos! Bela indicação de leitura!

Livros de Bia disse...

Muito bom seu blog!!! Voltarei muito mais vezes!

Parabéns!

Até mais!

Bia
Livros de Bia

anareis disse...

Querido(a) novo(a) amigo(a),estou precisanda muito de novos amigos pra me auxiliarem no meu projeto. Estou criando uma minibiblioteca comunitária e outras atividades pra crianças e adolescentes na minha comunidade carente aqui na minha comunidade carente no Rio de Janeiro,eu sózinha não conseguirei,mas com a ajuda dos amigos sim. Já comprei 120 livros e também ganhei livros até de portugal dos meus amigos dos meus blogs no google: Eulucinha.blogspot.com ,se quiser pode visitar meus blogs do google,ficarei muito contente. A campanha de doações que estou fazendo pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 ou pode doar livros ou pode doar máquina de costura ou pode doar retalhos,ou pode doar computador usados. Qualquer tipo de doação será bemvinda é só mandar-me um email para: asilvareis10@gmail.com , eu darei o endereço de remessa. As doações em dinheiro serão destinadas a compra de livros,material de construção,estantes,mesas,cadeiras,alimentos,etc. Se voce puder arrecadar doações para doar ao meu projeto serei eternamente grata. Muito obrigado pela sua atenção.

Darlanhayek disse...

olá , como vai? meu nome é darlan hayek soares, estou lançando meu novo romance e gostaria de ver a possibilidade de vc divulgá-lo em seu blog... o endereço do romance é http://porfavor-darlanhayek.blogspot.com, dê uma olhada e me de uma resposta...abraço

Jose Flamarion disse...

Caro Amigo/Amig@,

Livros existem para aventurarem-se de mão em

mão, enchendo olhos e mentes, traspassando

mundos vários, continentes distantes, até mesmo

galáxias perdidas deste infinito Universo, sem

respeitar nem mesmo as fronteiras do senhor

Tempo.

É com base neste espírito que Lisboa acaba de

ganhar um novo Alfarrábio on-line. É o

www.livrilusao.com, que vende livros usados e

novos.

No entanto, não queremos ser apenas um alfarrábio

a mais. Para além de comprarmos, vendermos e

trocarmos livros, buscamos também interagir com

todos que queiram trocar ideias connosco sobre

livros, artes em geral e tudo o mais relacionado

com Cultura.

Convidamos-te a visitar a nossa página e, se achar

interessante, ajudar a divulgá-la, repassando esta

mensagem para a sua lista de emails.
Vamos dar continuidade à aventura dos livros!
Obrigada,

Giulia Pizzignacco,
Livrilusão